LOGOTIPO APECI - Associação para a educação de crianças inaptadas de Torres Vedras
Homepage Áreas/Serviços Donativos Projetos Conselhos Úteis Contatos
Homepage
Áreas/Serviços
Donativos
Projetos
Conselhos
Contatos
Homepage
:: Quem Somos
:: Historial
:: Recursos Humanos
:: Organigrama
:: Orgãos Sociais
:: Estatutos
:: Regulamentos/Normas de Funcionamento
:: Planos e Relatórios
:: Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo
:: Novidades
:: Trabalhos Realizados
 
Patrocinio
 
Definições
:: Tamanho da letra
AAAA
:: Download Acrobat Reader
Download Acrobat Reader
:: Requisitos de Visitabilidade
Requisitos de Visitabilidade
Historial    
 
A nossa história...
A Associação Para a Educação de Crianças Inadaptadas (APECI) foi fundada no dia 9 de Fevereiro de 1979, por um grupo de pais que sentiu uma profunda injustiça e a marginalização a que estavam votados os seus filhos portadores de deficiência intelectual, a quem eram negados os direitos fundamentais de qualquer criança (à educação, à reabilitação, ao convívio, à alegria, à felicidade e essencialmente à integração social), direitos esses considerados na Constituição da República. Criada com o objetivo de responder às necessidades da deficiência intelectual da região norte do Distrito de Lisboa, que abrangia cinco Concelhos: Torres Vedras; Mafra; Sobral de Monte Agraço; Cadaval e Alenquer.



Depois de celebrado o acordo com o Ministério da Educação e com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian, a APECI começou a trabalhar com 35 crianças dos 5 aos 15 anos, como Escola de Ensino Especial. Desde início conseguiu a compreensão das Instituições mais representativas da Comunidade: a Igreja, a Câmara Municipal de Torres Vedras e restantes Autarquias, as Escolas e Associações de Pais, o Hospital e o Centro de Saúde, os diversos meios de Comunicação Social local, bem como de muitas empresas e coletividades.




A Associação Para a Educação de Crianças Inadaptadas de Torres Vedras foi registada como Instituição Particular de Solidariedade Social em 23 de Outubro de 1981 no Centro Regional de Segurança Social de Lisboa.






Iniciou a sua atividade em 1979 apenas com a Valência de Ensino Especial, mas nos anos seguintes começou a diversificar o seu âmbito de atendimento, a saber:





  • 1986 - Centro de Formação e Integração Profissional: As crianças iam crescendo e havia necessidade de dar uma resposta diversificada às suas necessidades. Começou cedo a Associação a sensibilizar o meio empresarial e outras atividades económicas para as capacidades produtivas de muitos dos seus jovens, devidamente treinados e enquadrados nos meios laborais normais. De forma pragmática e informal integrou mais de uma dezena de jovens, com sucesso reconhecido. Por isso, foi comunicada a concorrer às verbas do Fundo Social Europeu, com um projeto de Formação Profissional, através do Instituto de Emprego e Formação Profissional. Numa quinta perto da APECI (outros 3 hectares), iniciou-se a Formação Profissional, agora com outras possibilidades e meios em diversas áreas, com uma média de 40 formandos por ano. Os estágios laborais e as integrações nos meios normais de trabalho incrementaram-se extraordinariamente sempre com grande recetividade da parte das empresas e serviços.

  • 1988 - Centro de Atividades Ocupacionais: Entretanto uma nova população de utentes mudou de características. Tínhamos agora um maior número de crianças e jovens com quadros graves de deficiência intelectual e motora e grande dependência. Com a celebração de um Acordo Atípico com a Segurança Social, foi possível implementar uma área de Apoio Ocupacional para aqueles jovens que ultrapassavam a idade da escolaridade obrigatória e não tinham condições para serem integrados na Formação Profissional.

  • 1988 - Serviço de Intervenção Precoce na Infância: Preocupava-nos a necessidade de acompanhar as crianças e suas famílias desde o momento do seu nascimento, ajudando a acolhê-los, a valorizar as suas capacidades e a superar as suas carências, além do horizonte de esperança à compreensão e aceitação da diferença que tanto pode enriquecer as suas vidas. Implementámos, pois, a Valência de Intervenção Precoce. Esta funcionava num pavilhão pré-fabricado montado no recreio, por não dispormos de espaço no Centro. Este Pavilhão foi oferecido pela Associação de Solidariedade Social D. Pedro V. Neste momento funciona em gabinetes (para cada área de intervenção) da Instituição. Foi realizado um Acordo de Cooperação com a Segurança Social para este fim.

  • 1989 - Inauguração do Atual Centro:

  • 1994 - Lar Residencial "A Nossa casa": Mais uma conquista da APECI foi conseguir pôr em funcionamento uma Residência, com capacidade para 12 utentes, em dois andares que comprou, numa urbanização próxima da sede, na Cidade de Torres Vedras. Começa assim a dar uma pequena resposta, que foi ampliada 6 anos mais tarde, à grande angustia dos pais sobre o futuro dos seus filhos. Nela vivem permanentemente ou temporariamente, alguns órfãos e outros jovens cujas famílias se encontram incapacitadas para os cuidarem por razões físicas ou psíquicas. Também nesta Valência a Associação tem conseguido despertar a solidariedade do meio, através de um "CLUBE DE AMIGOS", que ajuda a completar o financiamento que advém do Acordo de Cooperação com a segurança Social.

  • 2000 - Inauguração de Novas Instalações da Área de Residência: Funciona em duas vivendas situadas junto à Sede da Instituição, com capacidade para 20 utentes.

  • 2006 - Inauguração de Novas Instalações da Formação Profissional:
  • 2009 - Centro de Recursos Para a Inclusão: Disponibiliza recursos da Instituição, enquadrados num plano de ação em cooperação com o Ministério de Educação e Agrupamentos Escolares de Torres Vedras, para apoio à inclusão no ensino regular de alunos com necessidades educativas especiais de caráter permanente. As atividades terapêuticas e pedagógicas são desenvolvidas nos próprios agrupamentos do concelho e nas instalações da APECI.
A atual capacidade de atendimento nas diversas áreas/serviços:

Última atualização: 21 de março de 2017

GQ-MAV
 
 
 
Copyright © 2017 APECI - Associação Para a Educação de Crianças Inaptadas de Torres Vedras.
Site desenvolvido por: Cyclop Net - Soluções Globais de Telecomunicações